Páginas

terça-feira, 15 de abril de 2014

Assurance Sociale e Assurance Maladie

Sei que muita gente já escreveu sobre isso, mas de repente o que aconteceu comigo serve pra alguém, né?! Então vamos lá...

Numéro d'Assurance Sociale (NAS)
Fiz o landing dia 30 de madrugada, então dia 31 era dia de dar entrada nos principais documentos do recém-chegado, certo? Acordei cedo, comprei logo um passe diário (pra não ficar gastando com idas e voltas) e fui fazer o meu NAS lá em Verdun. Por quê? Porque eu amo Verdun (tenho um carinho especial por aquele lugar) e porque é na frente do metrô (como contei antes, tinha nevado pacas no domingo).

Cheguei de manhã, quase não tinha fila, só 4 pessoas na minha frente. Tava com tudo em mãos, bonitinho, na pastinha. O que poderia dar errado? Bem, acreditem ou não, estavam sem sistema. E pior, disseram que não tinha previsão, pra eu voltar amanhã. Lá se foram 10 dólares do passe, pensei!

Mas aí lembrei que se fizesse a Assurance Maladie no dia 31/03, ela começaria a valer em junho. Se deixasse para 01/04, só em julho *frozendica: contam 3 meses a partir do mês da inscrição, não importa o dia. Não tive dúvidas, fui direto pra lá!

Segura o NAS, por enquanto...



Assurance Maladie
Cheguei na Place des Arts na hora do almoço, a neve já estava derretendo, o povo escorregando, mas consegui encontrar o prédio sem muito sufoco (tô traumatizada depois do tombão que levei no inverno passado). Acontece que essa hora fica lotado! Tinha várias cabines e, mesmo assim, esperei uns 40 minutos!!!

Quando finalmente me atenderam, fui tirando os documentos da pastinha e paguei de desinformada. Não li que a conta do banco não valia como comprovante de endereço (só água, luz, internet/tv/telefone ou aluguel). Moral da história, tive de voltar pra casa pra buscar.

Segura essa Assurance, por enquanto... :/



Numéro d'Assurance Sociale (NAS)
Volta um pouquinho: durante a espera da assurance maladie, aproveitei pra avisar uma outra passarinha que o NAS estava sem sistema e, adivinhem, ela estava no escritório de downtown e o sistema estava lento mas tinha voltado a funcionar! Almocei correndo, peguei as contas da Bell e corri pra lá pra ver se a encontrava.

Nada. Além dela já ter ido embora, tive de esperar cerca de 1 hora pra ser atendida. Mas desta vez deu certo...

Só fiquei com uma dúvida. *frozencoment: você sabia que as mulheres tiram o nome de casada quando emigram para o Canadá? Bom, eu ainda sou solteira, mas comecei a me atrapalhar quando ela pediu o nome da minha mãe. Eu explico:

O nome dela é composto: Nome + Nome de Santo + Sobrenome do pai dela + Sobrenome do meu pai. E ficou só assim: Nome + Nome que passou pra mim.

E o do meu pai é: Nome + Sobrenome + Junior. E ficou só assim: Nome + Nome que passou pra mim.

Em resumo, acho que ficou tudo errado. Minha mãe ficou sem nome do meio e sem o sobrenome do meu pai, e meu pai ficou com o nome do meu avô. Que trapalheira, se alguém se devo arrumar isso, por favor me ajude.

Eu não tive muito tempo pra pensar. Em 30 minutos ia fechar a Assurance Maladie e eu ia perder um mês de plano...




Assurance Maladie
Como os dois escritórios de downtown (NAS e Assurance) ficam perto da Place des Artes, fui correndo de um pro outro (essa hora já tinham aberto caminho nas calçadas... eles são rápidos por aqui!).

Cheguei com a minha conta da Bell, cansada, pouco antes de fechar, mas deu tempo. O problema é que o nome errado desta vez, era o meu. A Bell só tinha um dos meus sobrenomes e ele ainda estava com erro de digitação. Resumindo: a senhorinha disse que não poderia aceitar.

Outra opção era o aluguel, mas expliquei que não estava no meu nome e ela sugeriu que eu preenchesse um formulário (uma declaração do proprietário e do locatário dizendo que eu morava naquele endereço) e levasse todo mundo para assinar na frente de uma das pessoas de uma lista de escritórios que ela me deu. Imagina o trampo??? Ou seja, junho não ia rolar, talvez nem julho...

Mas como eu sou brasileira, levei por garantia uma conta anterior, da videotron, que tinha meu nome completo. Era de 6 meses atrás e achei que ela não fosse aceitar, mas chega de emoção né?! Ela aceitou. 

Depois de toda essa correria, ainda tive que tirar foto pra carteirinha. Imagina? Na hora, ali, sem choro nem vela. Não quero nem ver a cara que saí!!! rsrs (e pensar que vai ser meu documento principal aqui no Canadá!). 


By the way, sabe a carteirinha do NAS? Deixou de ser carteirinha pra ser apenas um papel no dia 30. Um diazinho antes do meu pedido! Agora só falta a habilitação para dirigir, mas este é assunto pra outro post.

E você, leitor atento, sabe que ainda tenho uma surpresa pra contar... ne t'inquiète pas! ;)

À demain!


***


Pra anotar:


Assurance Maladie:

Docs: 
  • Passaporte com o visto de imigrante
  • Confirmação de Residência Permanente (cartinha que você recebe com o visto)
  • Comprovante de endereço: contrato de aluguel ou contas residenciais com o nome completo 
  • CSQ
  • $ pra foto
  • NAS: opcional
Endereço em Montreal: 
  • 425 Boulevard de Maisonneuve Ouest #300


Assurance Sociale:

Docs: 
  • Passaporte com o visto de imigrante
  • Confirmação de Residência Permanente (cartinha que você recebe com o visto)
  • Comprovante de endereço: contrato de aluguel ou contas residenciais com o nome completo.
Endereço em Montreal:
  • 200, boulevard René-Lévesque Ouest no Complexo Guy-Favreau

***

Outras informações: 
  • a assurance maladie também é conhecida como carte soleil;
  • quem trabalha aqui e tem um plano de saúde privado, não pode se inscrever no sistema público;
  • quem se inscreve, assina um documento dizendo que pretende ficar aqui por um ano no mínimo;
  • quem vai sair da província por um período, precisa avisar o RAMQ.



10 comentários:

  1. Quais dos documentos que pedem pra fazer os dois? Certidão de nascimento? CSQ? passaporte?

    ResponderExcluir
  2. Respondi no post, tá? Aí fica mais fácil...
    Bisous!

    ResponderExcluir
  3. Uma vez ouvi dizer que tem que pagar uma tarifa para se inscrever no maladie. Isso não existe né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Leonardo, vc só paga a fotografia mesmo... e não é barato! E não adianta levar uma bonitinha, eles só aceitam a que tiram na hora :/

      Excluir
  4. Já me dá frio na barriga só de pensar em quando chegar a minha vez...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, mais documento pra gente cuidar! Mas pra quem passou pela imigração, o resto é fichinha! ;)

      Excluir
  5. Dea, estamos aqui muuuuito contentes vendo você como residente permanente!!! Olha os documentozinhos aí! Assurance Maladie!!! E espero que com os Liberais tudo fique mais tranquilo, com os francófonos mais quietos... rs
    Bom, mas você falou de habilitação pra dirigir, então segue uma dica antiga de outro blog... eu tenho curiosidade pra saber se ainda funciona... http://uvosnumafria.blogspot.com.br/2010/11/carta-de-motorista-do-quebec-na-mao.html

    ResponderExcluir
  6. É assim mesmo, depois pio... ops, melhora!
    E não se preocupe com a foto da assurance maladie, geralmente você só vai mostrar este doc, quando tiver meia doi-doi, e nessa hora sua cara pode ainda estar pior que na pior foto. =/
    O seu principal documento vai ser a da carteira de motorista, então esteja linda e glamorosa neste dia.
    Abs

    ResponderExcluir
  7. Olá !!! Estamos pensando em ir assistir o jogo da Copa no la Cage novamente neste sábado. Esqueci de pegar o contato de voces, então estou enviando por aqui o convite. Se quiserem ir (desta vez na mesma mesa), me mandem uma mensagem para eu poder reservar a mesa. Vou falar com o casal Ca e Ca também, mas não sei se eles irão. Abração !

    ResponderExcluir
  8. Que loucura Dea!!!

    Eu aqui como não sou imigrante ainda, tenho q juntar milhoes de documentos só para a carteira de motorista, rsrs!!!

    E as novidades???

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...